Razer Diamondback Chroma

rzr_diamondback_01__store_gallery
8.8 Overall Score
Construção: 9/10
Perfomance: 9/10
Preço: 8/10

Ambidextro | Sensor Laser 5G com até 16,000 Dpi | Excelente perfomance | Tecnologia Chroma

Ausência de botão DPI | Preço | Grips de borracha pequenos e situados abaixo do ideal

bannerfinalv1

Introdução

Hoje trazemos um produto da conhecida marca gaming Razer, esta marca é conhecida pela qualidade e excelente performance que incorpora nos seus produtos, desde de periféricos aos seus portáteis, a Razer cria e desenha o melhor do melhor para os utilizadores, principalmente na área de Gaming em que a Razer está bem presente sendo uma das marcas mais conhecidas e bem sucedidas mundialmente.

Desta vez, a Razer decidiu trazer de volta um dos ratos que muitas alegrias deu aos seus utilizadores e a marca, o Diamondback, o rato “original” foi lançado no final de 2004 sendo que se tornou uma opção de muitos gamers devido a sua tecnologia e qualidade que proporcionava.

Com o desenvolvimento de melhor e mais tecnologia nos anos passados, o Diamondback acabou por ser substituído e um pouco esquecido. A marca teve então a ideia de relançar o modelo de 2004 mas desta vez melhorado com a tecnologia mais recente, contudo seguindo a mesma linha e estilo que o Diamondback é reconhecido. Com isto, foi então que surgiu o Razer Diamondback Chroma, um reboot ao Diamondback 2004 com o melhor dos dias de hoje e também com a imagem mais recente da própria Razer.

rzr_diamondback_09

Embalagem

Vamos então começar pela embalagem, à semelhança de muitos periféricos da Razer, principalmente ratos, a sua embalagem segue a linha mais recente dos produtos da Razer, sendo que a sua cor principal é o preto com detalhes verdes e brancos, e as conhecidas cores da gama Chroma.

Na sua frente, temos então a imagem do Razer Diamondback, logotipo da Razer e da linha Chroma, e também três das principais características. Podemos também abrir a sua frente em forma de livro, em que podemos então ver o próprio rato na sua embalagem do lado direito, e do lado esquerdo um pequeno texto da Razer a contar a história do Diamondback que fez a sua aparição nas finais da WCG 2005.

DSC03391 (Cópia) DSC03389 (Cópia)

No lado esquerdo da embalagem, temos um pequeno resumo intitulado como o “O regresso da lenda” e temos seis pequenos símbolos sobre as suas características, são eles o seu sensor laser 5G, 1000hz de Ultra Polling, design ambidextro, botões hyper-resposta, pés ultra finos e o seu software Razer Synapse. Do lado direito temos então 3 pequenos textos sobre o seu design ambidextro focado na forma do antigo Diamondback, também do sensor mais preciso com até 16,000 dpi e sobre a possibilidade de usarmos até 16,8 milhões de cores com a tecnologia Chroma já visto em vários produtos Razer.

DSC03398 (Cópia) DSC03405 (Cópia)

A sua traseira é bastante básica mas com toda a informação necessária antes de adquirirmos o periférico, sendo que temos os pontos principais do rato com uma legenda ao seu lado, e também abaixo desta, as características do rato em várias línguas, nas quais português(BR) está presente.

DSC03397 (Cópia)

Ao retirarmos o rato da caixa principal, este vem bem embalado em uma caixa verde dobrável que protege bastante bem o rato de movimentos anormais que possam acontecer em transportes. Depois de tudo retirado, temos então dois stickers com o logotipo da Razer, um manual de Informação, e por fim, o Razer Diamondback Chroma pronto a ser usado.

DSC03325 (Cópia) DSC03329 (Cópia)

Produto

Passamos então a análise do produto em si, a primeira coisa que reparamos no rato é que a Razer cumpriu quando afirmou que o Diamondback iria manter a mesma linha, sendo o rato de baixo perfil, e um pouco longo sendo que neste ponto é semelhante ao Razer Deathadder.

DSC03595 (Cópia)

Uma das principais características deste rato é o seu sensor laser 5G que permite-nos até 16,000 dpi com uma precisão única, e até com um ultrapolling de até 1000 hz. Apesar desta grande característica, a Razer continua com uma ausência de botão para mudar os dpi.

DSC03626 (Cópia) DSC03558 (Cópia)

O Razer Diamondback Chroma é um rato ambidextro e conta com o total de sete botões com hiperresposta que são totalmente programáveis, conta assim com dois botões laterais de cada lado, os dois botões principais e ainda o botão de clique do nosso scroll. Outro ponto que reparei bastante neste reboot, é que ao contrário do que vemos mais hoje em dia, temos os nossos botões de mouse1 e mouse2 basicamente iguais a imagem de 2004, em que estão separados um do outro e também da restante carapaça superior o que dá um clique diferente mas bastante agradável.

DSC03359 (Cópia) DSC03370 (Cópia)

Como não podia faltar, tal como nos produtos mais recentes da Razer, as laterais do Diamondback estão revestidas com borracha para um melhor grip e para que o rato não escorregue em nenhum momento, principalmente para quando estamos a jogar.

DSC03619 (Cópia)

A tecnologia Chroma também está presente, e em especial no Diamondback Chroma, contamos com três locais em que podemos personalizar totalmente o nosso rato com até 16,8 milhões de cores, são elas o scroll, o logotipo na palma da mão, e uma faixa de luz que anda em redor da parte superior do rato sendo um dos pontos altos do Chroma neste rato visto que dá uma personalização algo espectacular ao próprio rato. Para finalizar, o fio do rato está protegido por cordão de fibra em todo ele e mede cerca de pouco mais de 2 metros, sendo que vem perfeitamente bem protegido contra qualquer quebra e o nosso conector USB está banhado a ouro para uma conexão melhor e sem falhas.

DSC03593 (Cópia) DSC03554 (Cópia)

Especificações técnicas:

  • Forma Factor Ambidextra
  • 16,000 Dpi 5G Laser Sensor
  • Até 5,3m por segundo/50g Aceleração
  • 1,000 Hz Ultrapolling
  • Ajusto de sensibilidade On-The-Fly
  • Personalização e Tecnologia Chroma
  • Combinação de cores entre periféricos
  • 7 botões programáveis com Hiper-Resposta
  • Razer Synapse Habilitado
  • Cabo de fibra traçada com 2,1 metros
  • Tamanho aproximado: 125mm X 60mm X 30mm
  • Peso aproximado: 89g

Feedback e Software

Feedback

Depois de jogar um bocado em diversos títulos com o Razer Diamondback Chroma, não há dúvida que este rato tem a alma do Razer Diamondback original, mas um novo corpo apesar de parecido, a tecnologia laser 5G nota-se, sendo que o tracking e o deslize do rato é bastante bom, um dos pontos mais fortes que achei foi os switches e os cliques suaves ao pressioná-los, apesar disto a forma do rato não é para todos os jogadores, e infelizmente no meu caso fui um deles, logo desde do início reparei, mas aos poucos fui-me habituando e tenho a dizer que para mobas e mmorpg, senti o Diamondback bastante confortável na mão visto que os movimentos são mais mecânicos que nos FPS, já em FPS quando fazia movimentos mais rápidos perdia o grip devido à forma ser tão diferente dos ratos de hoje em dia, outro dos pontos que não achei negativo mas também não positivo, foi as laterais do rato estarem bastante para “dentro” sendo que o polegar e o dedo mínimo acabam por procurar suporte na parte superior da borracha das laterais, ainda neste ponto, devido ao rato ser bastante baixo, se tentasse usar o polegar no centro da borracha lateral, acabava por levantar o próprio rato. Mais uma vez, tenho a dizer que isto é o meu próprio feedback, e de todo podem ter outra opinião ao utilizar o rato.

Software

Como todos os produtos da Razer, o Diamondback Chroma usa o software Razer Synapse para personalizar e configurar o periférico ao nosso gosto. Temos então quatro separadores principais com cada um a ter várias sub-separadores para total configuração e fácil acesso.

Mouse ( Rato )

Personalizar

A primeira opção é a personalização e configuração do nosso Diamondback, do lado esquerdo temos então a configuração de perfis em que podemos dar um nome e configurar uma tecla de atalho para activa-lo caso se pretenda ir mudando de perfis em diferentes situações. Do lado direito temos o nosso rato com os botões legendados, sendo que podemos configurar cada um clicando no próprio nome e escolher macros ou atalho para a tecla. Carregando por baixo da imagem, temos também acesso a configuração dos botões laterais.

Personalizar1 (Cópia) Personalizar2 (Cópia)

Desempenho

No Desempenho, como o próprio nome indica, iremos configurar o desempenho do rato, continuando com o acesso ao perfil e a gravação deste do lado esquerdo. Do lado direito, estão três das principais configurações do rato, a sensibilidade que pode ser ajustada dos 100 aos 16000 Dpi graças ao seu sensor a laser 5G, temos também a aceleração do rato que na maioria do caso queremos que esteja a zero mas que pode ser alterada, e por fim e não menos importante, a taxa de polling que é normalmente usada a 500 ou a 1000 nos FPS para um melhor desempenho.

Desempenho (Cópia)

Iluminação

No separador de Iluminação, vamos então testar e alterar as cores do rato ou a ausência de cor no nosso rato, temos então uma serie de efeitos já pré-gravados em que cada um deles temos algumas opções para ficar ao nosso gosto, neste caso usamos o rato com efeito onda no sentido esquerda para direita, mas têm bastante outros. Outras duas opções é que podemos escolher a luminosidade e intensidade da luz do rato e também que a luz do rato se desligue quando a tela também se desligar. Na secção do “Configurado de Chroma”, podemos configurar com opções avançadas os efeitos já pré-gravados ou criar um ao nosso gosto, sendo que temos total poder sobre os três pontos de luz para escolher velocidade, cores, intensidade e outros efeitos, sendo que pode ser utilizado até 16.8 milhões de cores no nosso rato.

Iluminacao1 (Cópia) configuracaochroma (Cópia)

Calibração

No modo de calibração, podemos calibrar o nosso rato ao estilo do nosso tapete, sendo que pode ser configurado com ou sem tapetes da Razer, nos testes iremos fazer movimentos em zigue-zague horizontalmente e verticalmente por todo o nosso tapete até que o teste acabe e o rato seja calibrado.

Calibrador (Cópia)

Macros

No separador Macros, como indica, podemos configurar macros para mais tarde usar no nosso rato, a gravação destas é bastante fácil, basta adicionar a macro com o nome que desejamos, clicar com o botão Gravar e daí em diante clicarmos as teclas que queremos usar na Macro, depois disto carregamos em Parar e já está, tão fácil quanto isso. Podemos configurar a Macro sem estar a ser gravada também com atrasos ou sem atrasos, como funcionar melhor para o utilizador.

Macros (Cópia)

Aplicações Chroma

A Chroma tem feito parte da família Razer já há alguns anos, sendo que há aplicações feitos por terceiros como produtores de jogos entre outros em aplicam assim o seu próprio programa para os produtos Razer Chroma e originando uma interacção do Chroma com o próprio jogo. Outra das inovações é que se tivermos mais que um produto Chroma podemos então personalizar efeitos e cores para todos os produtos sendo que ficam interligados entre si.

Aplicativos1 (Cópia) Aplicativos2 (Cópia)

Estatísticas

O último separador do Razer Synapse traz-nos estatísticas para os nossos jogos, podemos ver vários dados estatísticos dependendo sempre do jogo sendo que o software automaticamente na maioria dos casos assume sozinho a existência do jogo, no nosso caso, joguei um pouco com o Diamondback em CS:GO e podemos ver as estatísticas dos cliques do rato e do movimento feito por nós ao usa-lo.

Estatisticas (Cópia)

Conclusão

Como a maioria dos produtos Razer, o Diamondback Chroma mostrou que tem bastante qualidade tanto em construção como o seu hardware é de alta performance. Um dos seus grandes objectivos era voltar a reviver o Diamondback, melhorando-o com a tecnologia dos dias de hoje, apesar de já ter passado bastante tempo em que esteve no mercado, a Razer conseguiu com sucesso o regresso do Diamondback aos periféricos gaming, desta vez virado para qualquer estilo de jogo, os utilizadores que tiveram esta pequena glória da Razer nos anos passados, podem agora voltar a usa-lo.

Apesar de tudo, o Razer Diamondback não é para todos, para quem não gosta de ratos pequenos ou de ter a mão bastante confortável e não tem a mão pequena, provavelmente este rato não pode ser incluído na vossa lista, ao tentarmos segurar e mover o rato por vezes era difícil e como já referi o local do grip está bastante abaixo e para dentro o que pode ser um pouco desconfortável. Para quem chegou a usar outros modelos do Diamondback e sentia-se bem com ele, pode ser uma boa alternativa, e pensamos que foi esta a lógica por trás deste lançamento, fazer um rato diferente, que já teve glória e que tem uma forma bastante diferente do que aquela que é o mercado neste momento.

A construção e qualidade de hardware da Razer estão no ponto, mas infelizmente o seu design e posicionamento dos botões laterais e grips em um espaço tão pequeno não é para todo o tipo de jogador. O Razer Diamondback tem um custo de cerca de 90/95€ nas lojas portuguesas, o que também não é algo que agrade a toda a gente que quer experimentar este rato.

Com este prós e contras, o Diamondback é um reboot ao passado bem sucedido e leva da TugaReviews a medalha de Prata.

Tugareviews_Prata

SHARE THIS POST

  • Facebook
  • Twitter
  • Myspace
  • Google Buzz
  • Digg
Author: Nakata View all posts by
Jogador por natureza, gosto por hardware e tudo relacionado com informática, passando por várias comunidades da mesma área espero deixar-vos informados de tudo que esteja a meu alcance e tornar a TugaReviews uma visita diária.

Gostas de nós?

Se gostas do nosso trabalho faz like!

UA-33743142-1 UA-47134848-1