World of Warcraft: Mists of Pandaria

world_of_warcraft_mists_of_pandaria_raw
9.2 Overall Score
Conteúdo: 10/10
Gráficos: 7/10
Longevidade: 9/10

Imenso conteúdo para todos os gostos | Melhores Raids dos ultimos anos | Melhoria significativa na estética | World PvP

Exagero na utilização de daily quests

Mists of Pandaria Tugareviews

Introdução/Novidades

 

A Blizzard lançou a sua quarta expansão para o seu recordista de vendas, o World of Warcraf: Mists of Pandaria.

Com 8 anos de jogo e 4 expansões de conteúdo torna-se difícil falar de tudo, como tal esta review vai focar-se apenas na expansão e não no jogo em geral.

Esta critica foca-se no que há de novo e no que melhorou e/ou continua mal.

É acima de tudo uma crítica feita para jogadores com experiência em MMORPG’s.

As novidades para esta expansão são bastantes com tal vamos começar.

Começamos logo com as duas partes mais óbvias, os Pandaren e o continente de Pandaria.

Uma nova raça acessível a ambas as facções e um continente enorme e cheio de belos pormenores pronto para ser explorado, algo que não se via deste Wrath of the Lich King.

E como é óbvio o Kung Fu Panda. Temos a opção de escolher como class o Monk.

Pet Battles é provavelmente outra das grandes adições ao jogo, tanto para os coleccionadores de pets como para quem gosta de achivements, passando pelos jogadores que ocasionalmente gostam de fazer algo diferente. Mais à frente explicarei esta adição em detalhe.

 

Challenge Modes, uma adição direcionada para aqueles que gostam de conteúdo exigente e competitivo. Neste novo modo fazer uma dungeon passa de ser algo que se faz como forma de equipar as nossas chars, para algo que pode ser feito durante meses e com um objectivo claro: ser o melhor.

Looking for Raid, é algo que não é novo, mas é uma parte fulcral do jogo agora. Depois dos testes feitos no fim da expansão anterior esta parte do jogo surge melhorada e como uma forma real de progressão.

Sistema de talentos completamente redesenhado.

 

O Bom

Depois do falhanço monumental que foi a expansão anterior que resultou na perda de milhões de jogadores e mau estar na maioria dos que ficaram seria de pensar que esta parte da crítica fosse ser bem curta, mas pelo contrário. Parece que a Blizzard aprendeu com os erros do passado e nota-se.

Vamos começar com o básico. Voltamos a ter um novo continente para explorar é o primeiro ponto em que me quero focar. O seguimento entre as quests é feito de forma bem mais fluida enquanto se esta no processo de “lvlar” e quando se atinge o nível máximo viajar pelo mundo é muito mais agradável e leva a muito mais PvP.

Quando me refiro a PvP estou a falar de World PvP e sendo um dos aspectos mais falados até ao lançamento da expansão e algo que não é visto de forma bem-sucedida em MMO’s faz imenso tempo, será de louvar que a missão foi cumprida. Não é algo que vá fazer seja quem for ficar doido de alegria, mas o World PvP é uma realidade em praticamente todos os servidores. De notar que com o lançamento da patch 5.1 e a nova zona de daily quests o numero de grupos criados com o único intuito de “ir a caça” pode ser comparado ao que se via nas batalhas de South Shore vs. Tarren Mill.

Continuando com a ideia de daily quests, temos outro ponto em que houve uma melhoria enorme. A quantidade e variedade aumentaram ao ponto de já serem toleráveis. Como é óbvio na parte “O Mau” voltarei a falar delas.

O novo sistema de Talentos/Glyphs é um dos pontos em que o jogo ganhou imenso.

Acabaram as trees com imensas “escolhas”. Agora existe um total de 18 talentos diferentes para cada class divididos por 6 tiers de 3 talentos cada. De cada tier pode ser escolhido um dos talentos.

Nem todos os talentos são úteis e como antigamente existem vários que são obrigatórios, mas são os não obrigatórios que brilham, agora a forma de jogar de cada jogador e o tipo de luta em que estão são os aspectos que definem o que deve ser escolhido, já não existe a escolha único ou está mal. (como é óbvio ainda dá para meter os pés pelas mão e o sistema não é perfeito, mas é bem melhor).

Agora vamos ao que realmente importa para quem gosta de PvE: as Raids!

Depois da desilusão que foram as raids durante a expansão anterior posso dizer de consciência tranquila, estas são os melhores raids que a Blizzard criou até à data.

Individualmente não existem lutas extraordinárias e que deixem um tipo de boca aberta, mas no conjunto encaixam entre si de forma perfeita, são variadas o suficiente para não parecer que estamos a fazer a mesma coisa que sempre se fez. Existem varias mecânicas novas, combinações de mecânicas antigas. Nada foi esquecido, existem 3 raids, com temáticas distintas, 16 boss’s no total e em alguns deles voltamos aos tempos áureos de Ulduar onde é possível aumentar a dificuldade dos mesmos de forma a obter loot melhor.

A adição de World Boss’s foi algo que apesar de não ser nada de inovador ajuda a criar um maior espírito de comunidade.

Pet Battles será por ventura o aspecto positivo desta expansão com a menor relevância, mas que provavelmente sugara mais tempo a quem experimente.

Antes de mais gostaria de explicar como funciona o sistema. Imaginem os jogos Pokemon, tirem as evoluções e o elemento single player e obtêm as Pet Battles.

Andar pelo mundo em busca de novos pets, tornar os que já temos mais fortes, lutar contra NPC’s e até mesmo contra outros jogadores é o que podem esperar deste sistema.

É divertido, simples e muito bem conseguido. Está aqui uma nova diversão para os momentos em que “não há nada para fazer”.

Concluo a parte positiva desta critica com os Challenge Modes.

A ideia por de trás deste sistema é simples, fazer uma dungeon no menor tempo possível.

O desafio surge com a limitação de gear que existe e com o facto de tudo na dungeon ser de nível mais alto do que encontramos em Heroic Mode.

A limitação no gear surge com um novo sistema criado para o Mists of Pandaria que permite baixar os stats de qualquer peça de gear para os encontrados no gear azul de Dungeon.

Juntando a isto um rank por servidor e um rank mundial temos em mãos uma mina de ouro para o PvE competitivo que não tem a limitação das Raids, onde assim que algum grupo mata tudo a corrida acaba. Aqui a competição é feita ao segundo e poderá durar até ao fim da expansão.

O Mau

As daily quests apesar de terem melhorado continuam ainda são, com algumas excepções, o típico mata 10 ratos, apanha 10 maças e vai falar com X ou Y.

Tornam-se rapidamente aborrecidas e para piorar são a única forma de ganhar reputação com as novas facções de Pandaria.

E com o aumento do World PvP para alguns poderão ser um castigo insuportável.

No momento desta critica já não existe uma obrigatoriedade tão grande de fazer dailys, pois existem formas diferentes de adquirir equipamento, mas a quando do lançamento, para quem se intitulasse como jogador PvE estas eram obrigatórias e causa de imensa frustração.

Continua a ser algo que devia ser um aspecto secundário do jogo que continua a surgir como algo obrigatório.

Outro dos aspectos que se manteve/piorou foram as Heroic Dungeons. Continua a ser conteúdo aborrecido e sem qualquer desafio, a menos que se esteja em busca de achivements, mas mesmo esses são simples o suficiente para serem concluídos de um a dois dias. São um mero patamar necessário para quem se quer equipar e que após algumas horas se torna obsoleto.

Conclusão

Indo directo ao assunto, Mists of Pandaria é de longe a melhor expansão, no momento do lançamento, que a Blizzard lançou até à data para o World of Warcraft. Tem mais conteúdo novo do que o presente na maioria dos novos MMORPG’s que são lançados actualmente.

O que já vem de trás tem melhorado imenso e muito foi aprendido com os erros do passado.

Nem tudo são rosas como é óbvio. Ainda existem muitos aspectos a melhorar e o jogo está longe de ser perfeito, mas depois de ter experimentado muitos outros MMO’s no último ano o WoW continua a ser de longe o mais completo e com mais a oferecer.

 

SHARE THIS POST

  • Facebook
  • Twitter
  • Myspace
  • Google Buzz
  • Digg
Author: Artherk View all posts by
Olá sou o Gonçalo Neto, tambem conhecido por Artherk e sou um contribuidor do TugaReviews. O meu principal interesse são jogos e Hardware relacionado com jogos.

Gostas de nós?

Se gostas do nosso trabalho faz like!

UA-33743142-1 UA-47134848-1